Gabinete do Prefeito

Empreendedora investe no ramo agropecuário.

O crescimento do ramo de serviços é cada vez maior no município. Com incentivos concedidos pela atual administração, novos empreendimentos surgem e geram renda e empregos.

Um dos exemplos disso é a agropecuária Agro Nativa, da empresária Vera Wommer. Ela decidiu empreender no ramo agropecuário há dois meses e está contente com a escolha.

“A boa gestão por parte da prefeitura, os incentivos concedidos e o respeito com quem decide investir nos encoraja a seguir e melhorar cada vez mais. Aqui todos são valorizados, sejam eles donos de grandes empreendimentos, médios ou mesmo pequenos. Estou muito satisfeita e a expectativa é de crescimento.”

Vera trabalhou em Lajeado na área comercial e no ramo imobiliário por mais de 22 anos. Após isso voltou para a terra natal para cuidar da irmã por 10 anos. “Após a sua morte entendi que seria a hora de voltar para o comércio, área onde sempre me identifiquei. Resolvi abrir uma agropecuária porque meu sobrinho Marco Aurélio está nesse ramo desde 1999 e obteve bons resultados.”

Na loja é possível encontrar uma ampla e completa linha de produtos pet, além de farelos e rações para todas as raças, sejam eles gatos, peixes, gado leiteiro, corte, suínos, aves entre outros. “Vamos no futuro incrementar com a venda de medicamentos.” 

Mais renda e emprego

O prefeito Fábio Mertz (PP) visitou o empreendimento e destacou a importância da duplicação da BR-386 para fortalecer o setor de serviços e industrial da cidade. “Muitas oportunidades vão surgir, pois teremos uma maior circulação de pessoas e veículos. Já sentimos os reflexos positivos. Buscamos atrair novas empresas e consequentemente gerar mais empregos e renda para todos.”

Leia mais
Gabinete do Prefeito

Empreendimento familiar completa 70 anos de história

Empresa atua no ramo de metalúrgica, serralheria, vidraçaria, esquadrias de alumínio, de ferro, estruturas metálicas e grades de ferro, além de serviços de terraplenagem

Criada em 1952 pelo agricultor Selfreno Dalferd, natural de Três Saltos, em Travesseiro, a funilaria se tornou uma referência no Vale do Taquari. Administrada hoje pelo genro Ari José Girardi, a esposa Ingrid Dalferd Girardi e a neta Dani Cristina Girardi, mantém como diferencial a qualidade e o bom atendimento.

“Meu sogro começou de forma rústica no galpão da propriedade. Fabricava as peças e passava de casa em casa para vender a mercadoria. Foram tempos difíceis, mas a persistência e o serviço bem feito foram primordiais para o negócio prosperar,”, destaca Ari.

Entre os produtos fabricados na época destaca calhas, telas trançadas tachos, baldes, coroas fúnebres, formas pão, funis, lamparinas, chuveiros, espelheiras, ervateiras, bacias, lava pés, banheiras, caixões, prensas de banha, centrífugas de mel, canos de fogão, portas e janelas de ferro e chapa.

Em 14 de janeiro de 1997 surgiu a Metalúrgica Girardi, instalada em Picada Flor, às margens da BR-386. Com o avanço da tecnologia e o amplo conhecimento na área fez com que o mix de produtos fosse ampliado com o passar dos anos, sempre de olho na demanda do mercado e na necessidade dos clientes.

Hoje, entre os produtos fabricados estão calhas, tachos, prensas de banha, centrífugas de mel, canos de fogão, portas e janelas de ferro, artigo para fogão, agroindústrias, corrimão, tachos, prensas de banha, chapas entre outros.

A empresa também atua no ramo da serralheria e vidraçaria (vidros comuns e temperados). “Fabricamos esquadrias de alumínio, esquadrias de ferro, estruturas metálicas (telhados e toldos) e grades de ferro. O segredo está na diversificação, conhecimento, agilidade, preço justo e profissionais qualificados para executar cada tipo de serviço ou produto”, afirma Dani.

Além de Marques de Souza, atende clientes em Travesseiro, Pouso Novo, Fontoura Xavier, São José do Herval, Coqueiro Baixo, Lajeado, Forquetinha e Canudos do Vale.

Para a filha do fundador, a sócia proprietária Ingrid Dolores, a empresa conta com profissionais com mais de 20 anos de experiência no ramo metalúrgico. “Priorizamos a qualidade do material e manter boas parcerias para oferecer um produto diferenciado.  Hoje a maior parte dos nossos clientes vem por meio de indicação de quem ficou satisfeito com o nosso serviço.” Atualmente são sete pessoas empregadas.

 

Serviços de terraplenagem

A Terraplenagem foi oferecida para Girardi ao acaso e passou a ser estudado para analisar a viabilidade financeira e a demanda pelo serviço na região. “Envolvia altos valores e um novo ramo que não tínhamos conhecimento algum. Decidimos investir e hoje temos a certeza que foi um projeto importante para conseguirmos fortalecer nossa atuação e dar estabilidade financeira.”

Com maquinário próprio são executadas obras de terraplenagem para aviários, chiqueiros, construção civil entre outros, além do transporte de material com caminhões caçamba.

 

Duplicação e asfalto

O fato da empresa estar localizada de frente para uma das rodovias mais importantes do Brasil faz Girardi projetar bons negócios no futuro quando a obra estiver concluída.

“Será um divisor de águas para nós e a cidade. Com a chegada de novos moradores, teremos mais construções e com isso nossos serviços serão mais solicitados. Ainda teremos uma maior urbanização do trecho com a abertura de loteamentos e a venda de novos terrenos.”

O prefeito Fábio Mertz (PP) visitou o empreendimento e anunciou a pavimentação da rua lateral que liga até o centro. “Teremos uma entrada mais segura e de fácil acesso. É uma obra que beneficia à todos os moradores e inclusive a empresa, a qual terá uma opção para receber clientes e despachar a mercadoria produzida.”

As obras devem iniciar ainda este ano e serão executadas com recursos próprios.

 

Fotos Giovane Weber/FW Comunicação

Leia mais
Saúde e Assistência Social

Barreira alerta sobre violência contra a mulher.

A Brigada Militar, juntamente com as agentes de saúde, realizaram uma barreira policial de conscientização sobre violência doméstica, Lei Maria da Penha e ocorrências de feminicídio.

O secretário da Saúde e Assistência Social, Lairton Heineck destaca a necessidade de encorajar e sensibilizar a sociedade sobre o fim da violência contra a mulher, divulgar os serviços especializados da rede de atendimento à mulher em situação de risco e os mecanismos de denúncia existentes.

"Com essas ações, queremos mostrar a importância de as mulheres terem direitos e políticas públicas e que elas podem contar com as instituições municipais para terem o acesso ao que precisam nas diversas áreas de atuação, seja em cidadania, saúde, educação, cultura e política, por exemplo", destacou.

Leia mais
Obras

Recuperação de estradas é prioridade

Nos últimos dias a Secretaria de Obras fez o patrolamento, limpeza de valetas, colocação de material nas estradas vicinais de Linha Atalho, Distrito de Bela Vista do Fão, Alto Tamanduá e Vila Esperança.

Ainda foram realizados serviços de roçadas em campos de futebol, Parque Municipal Nova Berlim da Forqueta, pátio de escolas, praças em Tamanduá e Centro.

Outra equipe trabalhou na construção do belvedere junto às margens do Rio Forqueta. Ainda foram colocados bueiros na rua em paralelo a rodovia BR-386, na área central, próximo ao trevo de acesso. “A prioridade é recuperar as estradas e os acessos para evitar maiores transtornos no inverno”, destaca o secretário Marcelo Stoll.

Leia mais
Gabinete do Prefeito

Reunião na Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA)

O prefeito Fábio Mertz (PP), esteve reunido com o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin, em São Paulo. A reunião, intermediada pelo deputado estadual Sérgio Turra (PP), teve o objetivo de apresentar as potencialidades do município e os investimentos feitos na área de proteína animal.

“Buscamos novas oportunidades de investimentos, sejam elas no meio rural com foco no aumento da produção ou na área industrial. Destacamos a infraestrutura disponível em Marques de Souza a partir dos incentivos criados e da duplicação da BR-386. Nossa meta é gerar mais renda e emprego.”

O setor primário responde por 82,3% da arrecadação total. Já o valor adicionado em R$ 161.148.757,00 em 2021. Juntas, as cadeias de suínos e aves reúnem 82 produtores e movimentam R$ 155,8 milhões por ano.

Leia mais
Agricultura

Casal aposta na produção de morangos sem agrotóxicos.

São três estufas construídas e 9 mil mudas em frutificação por ciclo. Venda é feita diretamente ao consumidor final

Marques de Souza - Cristina Stein e André Horn, de Lajeado, decidiram trocar de profissão no início de 2019. Em uma área de terras localizada em Picada Flor, interior de Marques de Souza, montaram em junho a primeira estufa para produzir morangos sem agrotóxicos. 

Cristina trabalhava como Design de Interiores e André na área da Construção Civil. São cultivadas as variedades Monterey e Albion, ambas da Espanha, e San Andreas, de origem Argentina.

Hoje são três estufas construídas e 9 mil mudas em frutificação por ciclo. Conforme Cristina existem  duas remessas de mudas, uma entregue a partir de março e outra a partir de junho. “Após o plantio a produção inicia entre 60 e 90 dias.”

O casal cuida de todos os processos, desde o plantio, limpeza, controle sanitário, colheita, seleção, embalagem e venda. “Acreditamos que a dedicação, carinho e compromisso com o cliente ajudam a fidelizar”, destaca André.

A venda é feita direta para consumidor final em embalagens de 1 kg ao valor de R$ 28. Outro diferencial está no sabor, o qual está relacionado a vários fatores como, adubação, manejo e clima.

“O controle das pragas é feito através de produtos biológicos. Somos totalmente contra o uso de agrotóxicos. E fazemos questão de colocar nas nossas embalagens que oferecemos um produto natural.”

Além dos morangos, devido a grande demanda e procura por alimentos saudáveis, outras culturas estão sendo acrescentadas como verduras, aipim e frutas cítricas.

 

Alimentos saudáveis

O prefeito Fábio Mertz (PP) visitou a propriedade para conhecer o cultivo. “As pessoas cada vez mais buscam por alimentos saudáveis, livres de agrotóxicos. Este é um exemplo fantástico, onde os produtores aliam a preservação da natureza, dos recursos naturais e a saúde, tanto quem trabalha como de quem consome.”

Leia mais
Agricultura

Cheque Leite distribui mais de R$ 168 mil

Programa beneficia 164 famílias. Juntas produziram 8,9 milhões de litros e movimentaram R$ 16,7 milhões

Marques de Souza – Com o objetivo de reconhecer a importância do setor para a economia e do trabalho exercido pelas famílias, a Secretaria da Agricultura começa a organizar a distribuição do Cheque Leite.

Conforme o secretário Diego Bazzo, a entrega dos valores ocorre a partir de abril. “O bônus repassado ao produtor equivale a 1% do valor movimentado e registrado em seu talão durante o ano de 2021. O valor mínimo de venda deve chegar a R$ 6 mil e com isso o retorno será de R$ 100.”, explica.

Este ano as 164 famílias beneficiadas receberão um montante de R$ 168.120,00. Juntas produziram 8.904.722 litros e movimentaram R$ 16.717.505,13. Para Bazzo o auxílio é importante diante do cenário que a cadeia produtiva enfrenta nos últimos meses.

“Os custos estão bem elevados e o preço estagnado ou mesmo em queda. Com este cheque será possível investir na compra de sementes forrageiras, insumos, equipamentos ou mesmo na infraestrutura para melhorar a produtividade e a qualidade do produto e consequentemente os lucros.”

  

Cadeia importante

Segundo o prefeito Fábio Mertz (PP) a cadeia leiteira é muito importante para a economia do município, com grande impacto social e a que mais envolve produtores no meio rural.

Tendo em vista a constante oscilação dos preços e do valor dos insumos, a prefeitura criou o incentivo para equilibrar os custos e até elevar um pouco os ganhos.

“O setor leiteiro é o mais frágil em comparação com os demais como aves e suínos, onde as integradoras oferecem mais subsídios e estabilidade. Este valor que repassamos é uma forma de motivar, elevar os ganhos e até proporcionar a sucessão.”

 

Números:

Litros

8.904.722

 

Movimentação financeira

R$ 16.717.505,13

 

Valor distribuído

R$ 168.120,00

 

Observação: referente aos 164 produtores cadastrados e beneficiados com o programa

Fonte – Secretaria da Agricultura

 

Foto Divulgação

Leia mais
Administração

Desconto de 15% no IPTU encerra em abril.

Parcelamento em até cinco vezes, sem desconto, sendo a primeira cota dia 13 de maio

Marques de Souza – A aposentada Zelinda Barbieri, do Centro, foi uma das primeiras a retirar a guia do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Ele pretende aproveitar o desconto de 15% que encerra no dia 14 de abril.

“São R$ 70 a menos. Já consigo pagar uma outra conta com esse dinheiro. Sempre é bom ganhar um desconto e acho que estimula o contribuinte a pagar de forma integral.”

As guias podem ser geradas diretamente no site da prefeitura pelo endereço: https://marquesdesouza.rs.gov.br/. Ou ainda podem ser retiradas no setor de tributação. Ainda estão a disposição as guias do Alvará Sanitário e Licença.

 

Mais informações pelo telefone (51) 3705-1122 com a Fiscal Cilene Willig.

 

Formas de pagamento 

 

IPTU - Até dia 14 de abril com 15% de desconto

Parcelamento em até cinco vezes, sem desconto, sendo a primeira cota dia 13 de maio

Alvará Sanitário - Pagamento até 29 de abril, sem desconto

Taxa de Licença - Até dia 14 de abril com 15% de desconto

 

Foto Giovane Weber/FW Comunicação  

Leia mais
Saúde e Assistência Social

Marques de Souza flexibiliza o uso da máscara.

O município publicou nesta sexta-feira, o DECRETO Nº 1984, DE 18 DE MARÇO DE 2022 que retira parcialmente a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção contra o coronavírus em ambientes abertos públicos e privados.

Conforme o secretário da Saúde e Assistência Social, Lairton Heineck, a decisão leva em conta o número de casos ativos de COVID-19 no município, os quais estão reduzindo de forma consistente desde o dia 1º de fevereiro e a imunização com segunda dose da população adulta a qual já chega a 90%.

“E também o baixo número de pacientes hospitalizados ou em observação por COVID-19. Mas, é preciso manter todos os cuidados e em caso de contágio, ficar isolado e caso for necessário, procurar atendimento médico.”

A partir do decreto ficou facultativo o uso de máscara de proteção individual em ruas, praças, indústrias, comércios, bares, restaurantes, etc. Nas escolas, a opção do uso de máscara pelas crianças ficará a critério dos pais ou responsáveis. “A sua utilização ainda continuará a ser obrigatória nos serviços de saúde e transporte público.”

Em caso de sintomas respiratórios, a Secretaria da Saúde recomenda que as pessoas utilizem máscara de proteção e que busquem atendimento médico.

Leia mais
Cultura e Desporto

Abertão de Futsal inicia em abril

Aemaso abriu inscrições para equipes disputar o certame. Premiação chega a R$ 10 mil

Marques de Souza – Após dois anos a Aemaso volta a organizar mais uma edição do Abertão de Futsal. Conforme um dos dirigentes da entidade, João Jung, a premiação alcança um valor de R$ 10 mil entre os campeões. “É a maior de todo Vale do Taquari na modalidade. Vamos ter o maior campeonato da história.”

Serão disputadas quatro categorias: Força Livre (R$ 600,00 inscrição), Feminino, Sub-21 e Veteranos (R$ 300,00 a inscrição para cada).

A entrega das fichas ocorre no dia 13 de abril às 19h30min no Ginásio da Sociedade Escolar Marques de Souza, Centro, quando os dirigentes alinham os últimos detalhes da competição prevista para iniciar no dia 22 de abril.

O certame terá apoio da Prefeitura Municipal a qual custeará as despesas com arbitragem. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo telefone: (51) 9.9455-2022 com Kátia ou (51) 9.9911-1191 com João.

Foto Divulgação

Leia mais
Educação

Escola recebe laboratório de informática.

Espaço ajuda a qualificar processo de aprendizagem dos alunos na Carlos Gomes

Marques de Souza – Foi instalado recentemente na Escola Municipal de Ensino Fundamental Carlos Gomes um laboratório de informática com 15 computadores. O investimento com a montagem e preparação da sala, parte elétrica, bancada, internet e um ar condicionado de 18.000 BTU chegou próximo a R$ 100 mil.

Conforme o secretário da Educação, Jurandir Brenner, o espaço é utilizado por alunos do 1º ao 9º Ano. “Podemos dizer que vivemos em um mundo digital, quanto mais oportunidades de acesso e de aprendizado os alunos tiverem, em maiores condições de igualdade eles estarão para enfrentar futuros desafios fora da escola, onde a competição por espaço acontece.”

Para o prefeito Fábio Mertz (PP) a tecnologia está fazendo parte da educação de forma remota e presencial, considerada essencial nos dias atuais. “Servirá aos alunos e professores desenvolverem as atividades pedagógicas, não só da disciplina de informática, mas de todas as outras.”

De acordo com Mertz, o laboratório era um pedido antigo da comunidade escolar. “Temos um espaço todo mobiliado e confortável para garantir um ensino de mais qualidade.”

 

Mais conhecimento

 

Segundo a diretora Emanuele Scherer, é um investimento importante, sendo cada vez mais necessário usar a tecnologia em sala de aula para desenvolver melhor o conhecimento dos alunos. Cita que a maioria das famílias têm acesso à internet por meio do celular, no entanto, o computador passa a ser um grande aliado no aprendizado.

“Através de uma internet de qualidade e infraestrutura completa eles podem adquirir mais conhecimento, criar, construir e compartilhar nas suas redes sociais e com os colegas. Por meio do laboratório eles terão autonomia para fazer pesquisas, vídeos, documentários, artigos e matérias dos mais diversos assuntos.”

 

“Melhor que o celular”

Um dos primeiros alunos a utilizar o espaço foi Luis Felipe Richter, de Linha Perau, 14, matriculado no 9º Ano. Ele não possui computador em casa e as tarefas são executadas na tela do celular.

“É uma grande oportunidade para aprender, pois a tela é maior e fica melhor de trabalhar do que no celular. Além disso, temos o acompanhamento do professor para esclarecer qualquer dúvida.”

 

Fotos Giovane Weber/FW Comunicação

Leia mais
Obras

Instalação de lâmpadas de LED traz mais economia.

Prefeitura deve substituir 250 unidades até o fim do ano em todo município

Marques de Souza – Iniciou nas últimas semanas mais um projeto, o de substituição das lâmpadas de sódio pelas de LED. Conforme o servidor responsável por acompanhar o serviço, João Jung, para este ano está projetada a troca de 250 unidades em todo município.

“Conforme as antigas deixam de funcionar vamos instalar as novas. Não será preciso mais colocar reator, elas terão uma vida útil de 25 mil horas, além da economia de energia elétrica.”

Ao todo o município tem 780 pontos de iluminação.

 

Cidade segura e iluminada

O prefeito Fábio Mertz (PP) ressalta o aumento da segurança aos pedestres e motoristas ao longo dos trechos no período da noite.

“Além de deixarmos a cidade mais segura, ela estará mais bonita. Não podemos esquecer da economia proporcionada, já que esta tecnologia reduz em muito o consumo de energia elétrica.”

 

Fotos Giovane Weber/FW Comunicação

Leia mais
Agricultura

Família aplica R$ 1,3 milhão em aviário.

Com nova estrutura propriedade passa a alojar 140 mil aves por lote e encaminha sucessão

Marques de Souza - Alcione Zangalli, de Picada Serra, atua na criação de frangos faz 31 anos. Começou alojando 8 mil aves em um aviário. Há oito anos construiu um primeiro aviário no modelo Dark House.

Com incentivos da prefeitura, ele vai construir mais um e com isso passa a alojar 140 mil frangos por lote. Será aplicado um valor de R$ 1,3 milhão na estrutura. “Com certeza este auxílio é primordial e sem ele nem teríamos condições de o fazer. O produtor se tornou um empresário e geramos mais retorno que muitas empresas.”

Zangalli foi escolhido pela integradora pelo terceiro ano consecutivo como avicultor destaque. A conquista motiva novos investimentos e com foco na permanência do filho Cristian, 16. “Aqui ele terá qualidade de vida e estabilidade financeira, sendo dono do negócio.”

Tecnologia

Pelo sistema adotado, Zangalli tem o controle do aviário durante as 24h do dia na palma da mão, além de garantir ganhos como melhor conversão alimentar, menor taxa de mortalidade e redução no tempo de alojamento.

As aves ficam entre 30 e 32 dias e são abatidas com média de 1,4 quilos. Toda produção é exportada. “Temos menos trabalho, mais eficiência, ganhamos em produtividade e melhor remuneração.”

 

Capacidade para empreender

O prefeito Fábio Mertz (PP) visitou a terraplenagem concluída nos últimos dias. “Aqui teremos a sucessão garantida. Este é o objetivo, criar renda e proporcionar qualidade de vida para os jovens empreender e ficar no campo.”

Nos últimos meses 14 projetos já foram concluídos e terão a capacidade de alojar 1.350.000 frangos por lote, o que representa um aumento de 60% do setor. Como forma de auxílio, a prefeitura faz o serviço de terraplenagem (são 1.5 horas a cada 10m2 construídos).

 

Foto Giovane Weber/FW Comunicação

Leia mais
Administração

Família mantém tradição em produzir tijolos.

Olaria emprega 13 funcionários e fabrica mais de 400 mil unidades por mês, destinadas para a construção civil do RS

No Distrito de Bela Vista do Fão uma das atividades econômicas em franco crescimento é a fabricação de tijolos. Referência no setor, a família Rabaiolli trabalha no setor desde 1975.

Conforme Nei, tudo começou com o seu avô, o qual começou a produzir tijolos de forma artesanal e bem rústica. “Tudo era feito a mão, sem máquinas e muito sacrifício. Era uma renda extra para se manter na agricultura, que também era de subsistência. Depois os filhos e netos começaram a profissionalizar a atividade e hoje nos tornamos uma referência em todo Rio Grande do Sul.”

A olaria, na qual trabalha ao lado do filho Alex, futuro sucessor dos negócios, emprega 13 funcionários e produz por mês mais de 400 mil unidades, vendidas para o ramo da construção civil.

Nei fala da paixão que é cultivada por décadas pela profissão. “Produzir tijolos é nossa vida. Não sabemos fazer outra coisa. Somos reconhecidos pela qualidade, preço justo e atendimento diferenciado.”

 

Mais tecnologia

Com ajuda de máquinas em todo processo, desde a retirada da argila até a produção, armazenagem e carregamento, o trabalho ficou mais fácil e ágil. “Antigamente era muito judiado. Tudo era feito a mão. Agora, a tecnologia, além de trazer mais facilidade, ajuda a aumentar a produtividade e a qualidade do produto final.”

A secagem também foi aprimorada. Após serem produzidos, os tijolos descansam por um mês e depois são colocados nos fornos para secar. São quatro horas com temperaturas de até 80 graus e mais oito com o termômetro marcando 700 graus.

“A madeira foi substituída por serragem e as fornalhas são alimentadas com máquinas. Temos apenas o trabalho de cuidar e controlar a temperatura.”

 

Asfalto

O prefeito Fábio Mertz (PP), visitou o empreendimento e elogiou a estrutura. “Somos parceiros de empreendedores como a família Rabaiolli. Em breve devemos iniciar as obras de pavimentação entre a área central e onde está localizada a Olaria. Além de melhorar a trafegabilidade, reduz custos com manutenção dos caminhões.”

As obras devem iniciar assim que o governo estadual liberar o dinheiro pelo Programa Pavimenta. No total serão investidos mais de R$ 1,1 milhão no asfaltamento de um quilômetro em direção à divisa com a cidade de Progresso. “É uma das obras mais esperadas por toda a comunidade. Será o início de um novo ciclo, de desenvolvimento e progresso”, destaca Nei.

 

Fotos Giovane Weber/FW Comunicação

Leia mais